Saiba mais sobre a Rebecca

Pequena biografia sobre a Rebecca.

Saiba mais sobre a Alyssa

Pequena biografia sobre a Alyssa.

Saiba mais sobre a Lauren

Pequena biografia sobre a Lauren.

Site oficial BarlowGirl

Acesse o site oficial delas.

Canal no Youtube

Acesse o canal delas no Youtube.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Mais uma sessão de perguntas e respostas no twitter da Lauren


Pessoal, na madrugada de sexta (16), a Lauren respondeu várias perguntas em seu twitter (@laurenbarlow) e pegamos algumas delas e traduzimos.
Divirtam-se!

No caminho de volta para o hotel. Tem tempo que não respondo umas perguntas. Irei responder algumas! Então, pergunte e faça disso algo muito bom!!!!

Como vai você?
R: Gloriosa.

Se tornar vegetariana foi difícil no começo? Você tem alguma dica?
R: Não foi difícil. Mas, certifique-se de ficar bem informado e coma mais vegetais e frutas, não apenas carboidratos.

Quanto tempo faz que você toca bateria?
R: 13 anos.

Como vocês três, decidiram colocar um cover no álbum Another Journal Entry?
R: Isso faz muito tempo, e eu não me lembro, acho que apenas gostamos da música.

Seu cabelo ainda está vermelho?
R: Não muito, estou voltando a ser loira!

Como é crescer sem ter irmãos?
R: Nós temos um irmão! Ele é o mais velho! E ele é incrível.

Você preferia comer um gambá morto ou um rato vivo?
R: Eu preferia morrer...

Como você se vê daqui a 10 anos?
R: Ainda amando Deus com todo o meu coração e servindo-o, não importado o que ele desejar para mim.

Música do Beatles preferida
R: Oh Meu Deus, Muito Difícil escolher!! Black Bird, está no top 5.

Música favorita que você já escreveu?
R: Here’s my life.

Qual a melhor parte de viajar o tempo todo? E qual a pior parte?
R: Amo, por que nós conhecemos o mundo e odeio, por que não dormimos muito. :) 

Qual o seu filme favorito no momento?
R: No momento? A felicidade não se compra.

Adam (Vocal da banda Stellar Kart) também fez sua pergunta:

Por que você é tão nerd?
R: Você NÃO foi convidado para esse chat ADAM.

Qual a sua música favorita de se apresentar?
R: Never Alone, sempre vai ser divertido de se apresentar.

Se você pudesse dar um conselho a essa geração ou para a próxima geração, qual seria?
R: Encontre o motivo de Deus ter te criado e seja isso com todo o seu coração. Nunca deixe ninguém pará-lo de cumprir o seu chamado.

Você toca algum instrumento além de bateria?
R: Piano.

O que você gosta de fazer quando está de folga?
R: Ler e assistir filmes, e eu não tenho tido tempo para assistir-los, por que estou sempre fora.

Se você tivesse um capítulo da bíblia para levar com você na viagem, qual seria? E por que?
R: Oh, isso é difícil!!!! Mas…eu iria de salmos. Por que preenche qualquer humor.


Certo amigos tem sido realmente bom, mas eu tenho que ir! Vamos fazer isso novamente algum dia, Ok?


Enfim pessoal, logo teremos mais notícias em nosso blog, fiquem ligados. :)

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Lauren comenta em seu post sobre o show natalino beneficente que a banda irá realizar

Pessoal! Ai está o post que a Lauren fez no site da banda no dia 1°de Dezembro, ela conta sobre o show natalino beneficente que elas vão fazer na cidade delas, e conta alguns detalhes e como foi feito o convite. Imperdível!


A melhor maneira de espalhar alegria no natal…

Feliz 1° de dezembro!! Eu não consigo acreditar que já é dezembro. Nem parece feriado, por que, ainda não está nevando. Isso é uma loucura para mim. Chicago é conhecido pelo nosso clima horrível, e loucas tempestades de neve. Mesmo com a neve, vem o frio, e eu sou uma verdadeira cidadã de Chicago e amo esse clima, e eu não vejo a hora dele chegar! E não tenho certeza do motivo, mas, acho que em todo dezembro, eu terei que me concentrar nas compras de natal e em cozinhar durante todo o mês (ganhando uns quilos a mais, obviamente). Mas, descobri, que minha vida em dezembro é sempre imprevisível, e sempre é o mês mais movimentado do ano para mim. Nesse ano, sem exceção. Algo novo e incrível está acontecendo nesse dezembro, e eu queria dizer a vocês sobre isso, por que, estou muito empolgada! Se você segue minhas irmãs e eu no twitter ou no facebook, você deve ter visto que postamos pequenas coisas sobre o Natal beneficente que estamos fazendo para a nossa cidade. Aqui está a história do que é exatamente isso, por que isso não é o seu show natalino normal da banda BarlowGirl. Algumas semanas atrás, meus pais (nossos empresários) receberam uma ligação do prefeito de nossa cidade. Ele informou a eles que os bancos de comida de nossa cidade estavam acabando e eles, desesperadamente, precisavam ser preenchidos. Ele ouviu nosso álbum natalino e perguntou se estaríamos dispostas a nos apresentar num show natalino na cidade, e então, podemos preencher os bancos de comida e ninguém teria que passar fome nessa temporada. Quando ouvimos falar sobre isso, realmente não tivemos questionamento em nossas mentes. Essa é a nossa cidade. Fomos chamadas para amar e dar. Claro que estamos no meio da composição do nosso novo álbum e fazendo tour nesse mês, mas sabíamos o quanto estaríamos ocupadas, tivemos que aceitar. Então, isso é exatamento o que fizemos. Também, sabíamos que não poderia ser uma noite sobre nós. Queríamos que fosse uma noite onde, toda a cidade se reunisse para um único propósito e razão. Então, teremos jovens da orquestra sinfônica de Elgin tocando, teremos o coral de jovens de Elgin cantando e Judson Choir cantando também. O grupo teatral CYT estará lá também. Sim, isso será uma ótima produção!!! E me sinto muito honrada, por que a orquestra e o coral estarão se juntando a nós para a nossa apresentação! Meu Deus, eles são incríveis. Isso meio que, não sai da minha cabeça. Meu sonho é que, todos os lugares do auditório sejam vendidos e que todo dinheiro arrecadado vá direto para a compra de alimento para o banco de comida. Ninguém envolvido nisso, irá ter pagamento. Todos que são parte disso, doou seu tempo e recursos. É a coisa mais bonita do mundo, ver tantas pessoas trabalhando duro e dedicando muito tempo para não ganhar nada (valor material) em troca. Então, se você estiver em Chicago no dia 17 de Dezembro e gostaria de ver essa maravilhosa composição de natal, eu adoraria que você se juntasse a nós! Você pode comprar os ingressos aqui:
http://www.hemmens.org/calendar/event_view.php?eid=659&instance=2011-12-17

Sabe aquela cena no final de 'A Felicidade não se compra'? Onde George Bailley está com problemas, e se ele não conseguir dinheiro, ele irá para a cadeia? Bem, claro que ninguém está indo para a cadeia aqui, mas aquela cena final, sempre passa em minha cabeça quando eu penso sobre essa noite. Há pessoas necessitadas e temos a oportunidade de dar a bondade de nossos corações para ajuda-las. Teremos o amor de pessoas que provavelmente nunca iremos conhecer! Realmente, não há nada maior do que esse tipo de bondade e amor!
Espero que todos vocês tenham um ótimo período de férias!

Com muito amor,

Lauren


Será um showzaço hein galera? 
Não deixem de comentar o que acharam do post.

Você que ainda não nos segue no twitter, não deixe de nos seguir: >> @BarlowGirlBr

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

As 10 razões de Alyssa amar o dia de Ação de Graças.


Olá galerinha!!
Lembram do post que a Alyssa fez no site da banda, no dia de ação de graças? Então, ai está a tradução!
Desculpem a demora! Mas, espero que gostem.

As 10 razões de eu amar a ação de graças

10 - ‘The Macy’ a parada de ação de graças! - Desde quando eu era pequena, minhas irmãs e eu, acordavamos cedo e corriamos escada abaixo para assistir a parada na TV. Eu nunca quis perder um momento disso! Eu amava ver cada convidado, musicais e o meu favorito de sempre: os grandes números da broadway.

9- A sopa de macarrão da minha avó – Eu admito que, eu poderia ser a única pessoa do mundo que nunca enjoou da comida que é servida nesse dia. Eu nunca gostei de peru, presunto, ou tortas, e nunca fui fã de purê de batata ou casserole de feijão verde com aquelas cebolas fritas. Porém, a sopa da minha avó?? Agora, com os seus rolos caseiros é o que eu irei devorar nesse dia inteiro. A família do lado da minha mãe são Croatas, então, quando eu digo “caseiros” eu quero dizer que, quando chegamos em sua casa 2 dias antes da ação de graças, ela faz os rolos de macarrão a mão, e pendura todos eles por toda a cozinha para secar. Eu costumava beliscar os rolinhos de macarrão quando eu pensava que ela não estava vendo. (ok...talvez eu ainda faça isso).

8- Futebol!! Meu pai é um dos 14 filhos, então, aquela quantidade de primos, tias e tios sempre fazem ótimas festas. A melhor parte, era que depois de assistir ao jogo, sempre havia um grande jogo de futebol em nosso quintal.

7- Aniversário da Becca – Seu aniversário é no dia 24 de novembro na qual, muitas vezes cai na ação de graças, então, sempre foi um desafio divertido tentar fazer o dia dela especial. Nós somos parte dos Índios Sioux e aparentemente, Becca se parece com nossa tatatara avó “Ikcha Washte”. Então, para comemorar, invés de dar a ela um presente, gostamos de pegar algo que pertence a ela. Dessa maneira, sentimos que podemos matar 3 coelhos numa tacada só – O aniversário dela, nossa índia sucessora e claro, ação de graças. Também, fazemos ela trazer comida para nós por que, estamos famintas.

6- Momento em família – São 10 irmãos na família da minha mãe, e do meu pai são 14 irmãos; então, temos mais primos e parentes do que imagino. Crescer com isso, foi normal ter uma relação com quem você não via há anos (ou nunca) acordando com você na festa da família e dizendo: “ok, então você pertence a ?” Então, ver minha família durante os feriados é muito bom, por que muitos deles eu apenas vejo uma vez no ano e muitos deles eu conheci pela primeira vez. Isso realmente é incrível!

5 - Ser perguntada um milhão de vezes se eu já me casei! Oh! Espere! Isso era para ser uma lista das coisas que eu amo, o.k...esqueça isso.

4- Deixar os filmes natalinos começar! É isso mesmo. Na noite de ação de graça, eu normalmente tiro o mês de “devo assistir” filmes natalinos como: O Milagre da Rua 34 (a nova versão), minha lista sempre inclui: Um Duende em Nova York, Meu Papai é Noel, O Conto de Natal dos Muppets, A Felicidade não se Compra e Mulherzinhas (O qual, temos até a véspera de Natal. Tradição de irmãs. Sempre choramos quando Beth morre. Bem, Lauren e eu choramos; Becca normalmente, ardomece até então, mas, eu não fico chateada...).

3- Black Friday – Eu amo esse dia! É o dia onde o mundo fica em silêncio, ao menos que, você esteja em alguma loja em que eu não esteja. Evito fazer compras nesse dia, como se minha vida dependesse disso e ouvi dizer que pode ser bastante perigoso. Eu durmo até tarde, e então assisto mais filmes natalinos... e talvez, como mais sopa de macarrão.

2- Músicas Natalinas – O dia depois da ação de graças, é finalmente o dia em que eu posso aumentar o som nas minhas músicas natalinas, sem ter pessoas olhando para mim e estranhando, por que “É apenas novembro” (ou outubro, para os que são viciados em músicas natalinas... Você sabe quem você é) A estação de rádio que escolho? 93.9 Light FM, também, eles tem aqueles momentos quando Delilah (mmhmmm o primeiro nome se baseia bem aqui) faz um telefonema para algum dos ouvintes, e deixa eles contar suas histórias sobre como eles não podem pagar suas contas ou comprar presentes para seus filhos. E então, ela fala para eles que tudo vai ficar bem, por que, a rádio vai pagar suas contas, aquecendo suas casas, comprando os presentes ou comida. Ai é quando eu enlouqueço. É seriamente uma má idéia ouvir essa estação de rádio enquanto se está dirigindo, por que, eu tenho certeza que me torno uma péssima motorista, pois, eu não posso ao menos enxergar através das minhas lágrimas. Nota – Nesse natal, vamos fazer a nossa própria versão disso. No dia 17 de dezembro, vamos estar colocando no maior show de natal que já fizermos, arrecadação de comida para distribuir em toda a nossa cidade natal. Recebemos uma ligação da prefeitura há algumas semanas atrás, os bancos de comida estavam vazios e perguntaram se estaríamos dispostas a ajuda-los a preencher os bancos de comida, para que os nossos sem tetos possa ter o que comer nesse inverno. Hmmmmm, Está brincando?? Mas é claro que estamos dispostas! Vamos estar fazendo isso em Elgin, no auditório Hemmens, se alguns de vocês quiserem vir. :)

1- Ação de Graças – Quando erámos criança, minha mãe tinha uma caixa que ela enfeitava todo ano. Toda vez que algo muito bom acontecia, uma de nós, escrevia sobre o ocorrido e colocávamos dentro da caixa. Fazíamos isso todo ano. No dia da ação de graças, minha mãe abria a caixa e cada uma de nós, nos revezavamos lendo tudo o que Deus fez pela nossa família naquele ano. É incrível como muitas coisas eu havia me esquecido em apenas pequenos meses! Mas, ler isso era uma ótima maneira de lembrar o quanto ele foi bom para nós. Eu posso me lembrar de quantos anos a nossa família lutou financeiramente, até mesmo quando meu pai não tinha um emprego e tinha que aceitar tudo  o que ele podê encontrar, apenas para cuidar de nós. Aquela época,  pôde ser muito fácil se concentrar naquilo em que não tínhamos, mas, sentavamos e liamos que através dos milagres, as pessoas nos davam roupas, ou o dia em que minha mãe orou para Deus para providenciar carne para a nossa janta, por que, ela não podia pagar por isso e naquele dia, uma grande caixa de carne caiu de um caminhão bem na frente de nossa van (falando em milagre), ou as contas que miraculosamente eram pagas, uma vez, estavámos nos lembrando novamente, que Deus realmente estava cuidando de nós. Foi um lindo momento em que sentávamos e agradecíamos à Deus por tudo o que ele fez, e de alguma forma isso sempre aumentou as esperanças de cada uma de nós, se ele fez tudo isso antes, ele pode fazer novamente! Nos sentimos seguras, crescendo mais e mais na realização de que Deus é bom, e apenas tem ótimas coisas para nós. Verdadeiramente, temos muito para agradecer.

Alyssa

Nota:


The Macy - é um desfile com  várias apresentações musicais e teatrais, que acontece no dia de ação de graças, e é apresentado também pela rede de televisão.

Black Friday – É um dia onde as lojas americanas, oferecem um maior desconto em seu produtos, e acontece todo ano após o feriado de ação de graças.


Concluindo então, continuem acessando o blog! Indique para os seus amigos, e não deixem de nos seguir no twitter @BarlowGirlBr
Até a próxima! :)


quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Feliz Aniversário Rebecca Barlow!


Feliz Anivérsario para essa grande guitarrista, Rebecca Barlow!
Como muitos já sabem Rebecca está completando 32 anos hoje, e como homenagem decidimos fazer esse post com algumas pequenas curiosidades sobre ela! 


- Aprendeu a tocar violão aos 16 anos de idade;
- Ensinou Alyssa a tocar contra-baixo poucos dias  antes do primeiro show;
- Nas horas vagas faz tricô e toca Ukulele, um instrumento havaiano semelhante ao nosso “cavaquinho”;
- Está sempre aprendendo a tocar um instrumento musical diferente, geralmente de sopro;
- É canhota, mas toca nas duas posições (canhoto e destro).

Como muitos já sabem também, Beka Hardt é melhor amiga da Becca Barlow há mais de 10 anos


Alguns de seus Hobbies:

Mecânica de automóveis, fazer cafés especiais para quem quiser, cortar cabelo para quem quer um corte de cabelo, rabiscar, tae-bo (é uma mistura de boxe, artes marciais e aeróbicas que oferece um intenso exercício e um treinamento de todo o corpo.) culinária, leitura, fixação em qualquer coisa que eu tenha em minhas mãos, pintura. E também jogar basquete.

E além disso, vocês que acompanham as meninas no twitter, pôde perceber que Becca Barlow e Beka Hardt (As Beccas) estão praticando aulas de Arco e Flecha.

Eis uma foto postada por Beka Hardt em seu twitter nessa semana:



Citações:

"Eu sei que muitas vezes na minha vida quando eu tenho sido seriamente tratada de forma injusta eu retenho perdoar, porque eu acho que, de alguma forma, a minha falta de perdão vai fazê-los pagar pelo que fizeram para mim... É, cara, eu estava errada!"

"Eu quero que saiba que temos sido mal informados como Igreja na verdade sobre o perdão. Vemos o perdão como uma fraqueza, como tendo que ser o perdedor, não dizer "o que fizeram pra mim foi injusto!", de certo modo se submeter. Bem, eu te digo que isso não é perdão. O verdadeiro perdão é uma de nossas maiores armas, ele é uma força poderosa".

"Eu gostaria de saber naquela época que somos todos diferentes, e se você está tentando ser como alguém você está sufocando algo incrível que Deus nos criou para sermos: diferentes. Somos chamados para sermos únicos".



E assim terminamos a nossa pequena homenagem para Rebecca Barlow! Que Deus continue abençoando-a cada dia mais.

sábado, 19 de novembro de 2011

Lauren fala sobre criticar e ser criticado.

Olá pessoal! Ai está a tradução do post que a Lauren fez em seu Tumblr há, exatamente, 2 semanas atrás.
Nos perdoem pela demora!

Enjoy!

O Crítico e o Criticado

Alguém se lembra de um dizer antigo, incrível, que fala que somos acostumados a ouvir quando estavamos crescendo? E um que diz: “se você não pode dizer algo agradável, não diga nada”. Claro que nossas mães, normalmente, nos dizem que temos que ficar de boca fechada para eles, e nós odiamos isso, totalmente. MAS, se você realmente pensa nisso, isso é uma ótima “regra”. Nossa mãe sabia o que estava se passando. Eles sabiam que se nós pudéssemos apenas manter nossas (bem rude) opiniões, para nós mesmas, não terminaríamos magoando os sentimentos de ninguém e por sua vez, não nos sentiríamos mal pelo o que dizemos. É um ganha ganha. Às vezes, desejo que ainda tivéssemos nossas mães nos seguindo durante todo o dia. Então, quando formos liberadas para dar alguma de nossas opiniões, ou twittar algo rude para alguém, ou escrever um blog rude para alguém quem nem conhecemos, que nossa querida mãe poderia estar lá dizendo o certo antes de pressionar o botão para enviar, “agora lembre-se, se você não pode dizer nada agradável, não diga nada....oh, você irá me agradecer depois”. E então, como as boas crianças que somos, poderiamos apagar isso ou tão maravilhosamente, fechar nossas bocas. E vamos apenas admitir que o mundo realmente seria um lugar mais feliz.

Agora, provavelmente, você está se perguntando: “Oh meu Deus, o que alguém disse, que foi tão rude, para que Lauren se decepcionasse?” Surpreendentemente, ninguém me disse nada. Mas, certamente, isso tem me inspirado, e é algo que eu tenho pensado por algum tempo.

Sim, eu tenho sido uma das criticadas; mas, infelizmente, eu também tenho criticado.

Quando eu era mais jovem eu achava que o mundo precisava ouvir minha opinião. Eu tinha o direito de dizer às pessoas que elas estavam erradas e que eu era quem estava certa. Não havia tal coisa como “concordando ou desconcordando”. Dizendo às pessoas a minha opnião me sentiria incrível. Eu me sentiria livre. Era como se: “yeah! Eles totalmente mudaram suas maneiras por causa da MINHA opinião!” E, claro que eu poderia zoar alguém pois, como uma boa cristã que eu sou, estava susurrando pelas costas deles e então eles não poderiam me ouvir.  Nenhum dano, nenhuma falta, certo? Eu pude escapar disso por muito tempo por que Deus começou a condenar meu coração. Ele me perguntou o que a minha (bem negativo) boa opinião traria para as pessoas. Mesmo se eu pensasse ou soubesse, totalmente, que eu estava 100% certa com minhas opiniões, qual o direito que eu tinha de vir contra alguém se elas não me perguntasse o que eu achava? Que bem que eu fiz fazendo fofoca de alguém pelas costas para um outro alguém?  Levaram-me uns 2 segundos para perceber que era isso que, não estava trazendo nada de bom para ninguém. Minha vergonha ninguém pode mante-la “reservada” e não posso fazer nada para mudar isso. Então, levaram-me mais uns 2 segundos para perceber que era isso que, talvez, eu precisava para aprender como manter a minha boca fechada. Para alguém impetuoso como eu (eu sei, eu sou completamente uma combinação), não foi uma lição fácil de aprender. Eu gosto de chamar como uma das minhas lições de vida. Felizmente, eu tive uma família maravilhosa ao meu redor, quando estava crescendo,  poderiam me parar e dizer: “Lauren, você realmente quer estar falando isso?” eles literalmente estavam salvando a minha graça e, acabei aprendendo. Aprendi que mesmo ao pensar que alguém está vestindo uma roupa horrível que direito eu teria de chegar a pessoa e zoar ela?  Por alguma razão, isso nunca foi computado em meu cérebro, que ao fazer isso, eu estaria sendo realmente rude. Eu nem estou falando de princípios bíblicos aqui. Isso foi apenas como eu consegui algum senso comum. Claro que eu poderia não gostar da música de alguém, mas é a arte deles, quem sou eu para dizer à todos os outros o quanto eu odiei isso?! Ok, então, meu time favorito fez um péssimo trabalho, então estou prestes a entrar no twitter e rasgá-los independentemente; mas então, eu penso, se eu tentasse fazer o que eles fizeram eu seria aniquilada e estaria a 6 pés abaixo. Então, talvez eu devo manter  a armadilha do twitter fechado.

Pense sobre as coisas que nós, desta geração, estamos enfrentando. Bullying, pessoas que se cortam, suicídio, anorexia, bulimia, depressão, pessoas nem querem ir a igreja, mas por que tudo que  fazemos é apontar  para tudo o que há de errado com elas, ao invés de amá-las. O que aconteceu com: “mas o maior destes é o amor”? Jesus não atirou pedra na prostituta quando todos os outros estavam prontos para mata-la. E fora todos, ele foi o único que tinha o direito. Primeiramente, ele disse a ela que ele não a condenava, então a disse: “vá e sem pecado”. Mas primeiro, foi por amor. E não chegamos a algum lugar, sendo anoréxico ou querendo nos matar por alguma razão. Foi por que fomos ridicularizados. Foi por que alguém, da escola ou em casa, disse que éramos gordas ou feias ou que ninguém queria ser nosso amigo. Chegamos a esses lugares terríveis, em nossas vidas por causa das palavras negativas que atingem e marcam nosso coração tão profundamente. Tudo o que queremos é ser amados e aceitos, e alguém aparece e nos rejeita. E isso machuca profundamente.

Agora, sei que eu caminho numa linha bem fina aqui. Mas, se você tem nos seguido por um tempo, você conhece o meu coração. Nós, garotas, sempre tivemos vocação para fazer aquilo que acreditamos, mas nunca tentamos nos passar como condenadas. Não pregamos que todos precisam estar onde estamos. Apenas somos quem somos e esperamos que as pessoas encontre inspiração nisso... não estou dizendo que dividir o que você acredita é errado. Você me conhece. Estarei apoiando o que você acredita! Estou, principalmente, falando sobre dividir nossas opiniões negativas sobre as pessoas. E se sentimos que nossa opinião é necessária, precisamos aprender como falar a verdade em amor.

Então, e se tentarmos isso? E se tentarmos amar? E se nos desafiarmos, mesmo se odiamos muito algo, e se quiséssemos gritar para os quatros ventos e paramos para perguntarmo-nos o que isso traria de bom? Isso é algo pequeno, mas outra noite mesmo, eu fui assistir a um filme com minhas amigas e eu estava para entrar no twitter e dizer o quanto que o filme foi ruim, mas então, eu pensei por um segundo, de como isso machucaria meus sentimentos quando eu fosse ler críticas negativas sobre minha música ou entao quando as pessoas disserem coisas rudes sobre minhas irmãs e eu não queria ser isso. Por que eu queria ver as lágrimas de alguém? E mesmo que eles nunca lessem meus tweets bobos, isso ainda seria rude. Eu fui condenada, e por isso, eu não postei isso. Esse é o meu desafio para você e para mim, para a nossa vida na internet e na nossa vida real. Eu te desafio a não falar, textos, tweet, facebook, ou qualquer outra forma que você poderia estar dando a sua opinião fora da internet, nada de negativo para a próxima semana ou mais. Eu diria para o resto da sua vida e da minha vida que, talvez, isso seja um pouco de exagero. Passos de bebê para o amor, meus amigos, passos de bebê. Quando aprendemos isso, eu, verdadeiramente, acredito que o mundo, à nossa volta, pode mudar.

Amo vocês pessoal!

Lauren


É isso ai pessoal! Tem coisas que a Lauren disse nesse post que é realmente de se pensar. Que sirva de lição para muitos!!!
Até o próximo post galera! 

P.s: Logo, teremos um belo post! Fiquem ligados!!! 

domingo, 13 de novembro de 2011

Rebecca fala o que faria se pudesse voltar no tempo


Olá!
Ai está o post de hoje (13) da Becca. Ela fala um pouco sobre o que faria se pudesse voltar no tempo, bem interessante! Confiram!


Se eu pudesse voltar no tempo...

Esta postagem vai para você do assento 18D no vôo Delta de Denver para Reno. Então estou aqui sentada pensando sobre a questão da idade. “Se você pudesse voltar no tempo, o que diria para você mesmo quando era mais jovem?”

Bem, primeiramente, eu poderia dizer à mim mesma para guardar minhas calças, polainas e camisas xadrez, e não doá-los. (Quem poderia pensar que um dia voltariam à moda?”). Mas acho que quando você pensa sobre voltar no tempo para dizer algo para si mesmo, isso deve ser sempre muito sério, algo que mude sua vida.

Mas, além disso, acho que tenho duas coisas que eu adoraria dizer para mim mesma. Primeiro: “você vai ficar bem”. Minha adolescência foi repleta de dramas emocionais. Sinto-me mal por cada pessoa que tem que viver nesses anos doidos. A maioria desses problemas trazemos para nós mesmos por que ao invés de ser um tempo de auto-descoberta (qual é, o que é) se torna um tempo de descobrir quem os outros são e como se tornar igual a eles. Eu gostaria de saber naquela época que somos todos diferentes, e se você está tentando ser como alguém você está sufocando algo incrível que Deus nos criou para sermos: diferentes. Somos chamados para sermos únicos.

A segunda coisa que eu gostaria de dizer a mim mesma é “você não precisa trabalhar tão duro, Deus está no controle”. Eu ouvi um ensino da Joyce Meyer naquela época da minha vida, sobre como você não pode sentar em uma cadeira em que você já está sentado. Um conceito muito básico e, para ser sincera, minha mente não conseguia agarrá-lo. Eu realmente sentia que não estava “na cadeira”, então eu tinha que ir e fazer tudo por mim mesma, esgotar-me até que eu estivesse sentada na cadeira. Então agora, anos depois, eu vejo como me esforcei para ser o que eu já era e, de certa forma, estava tentando sentar em uma cadeira na qual eu já estava sentada, porque eu não sabia quem eu era, quem Deus me criou para ser. Quando vocÊ senta em uma cadeira, isso significa que você irá apenas relaxar, viver um momento, apenas ser.

Assim, para os meus pensamentos finais, antes eu tenho que desligar o meu telefone e me preparar para o pouso. Esses dois temas são o mesmo, apenas ser quem você foi feito para ser e se sentir confortável com quem você é. Se você fizer isso...A vida daqui pra frente só vai melhorar.

Enviado do meu iPhone.


Bom, pessoal! Belo post não?
Logo teremos o post da Lauren traduzido também, fiquem ligados em nosso blog e twitter (@BarlowGirlBr)

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Lauren escreve sobre a emoção do dia do lançamento de seu livro


Barlow Fãs, hoje é um grande dia para Lauren que está lançando o seu primeiro livro, e para comemorar trouxemos para vocês a tradução do último post que ela escreveu no site oficial da banda. Neste post, a Lauren fala sobre como foi escrever esse livro! Vale muito à pena dar uma conferida!


Meu Primeiro Livro

Algo que amo em minha vida, apenas na vida em geral é que ela é sempre cheia de surpresas. Tanto que a vida é brilhantemente imprevisível com viradas, altos e baixos. Mas vi que se posso aprender a seguir com isso e aproveitar a jornada com tantas coisas surpreendentes na vida que eu possa descobrir.

O verão passado  foi de surpresa para mim. Uma editora chamada Regal Books veio até mim, pois ouviram dizer (pelo Twitter. Sim, do Twitter) que eu amava o A. W. Tozer,  eles estavam montando um livro sobre Tozer e queriam saber se eu seria a editora disso. Sem Que não seja blog ocasional e composições de músicas, eu não me considero uma escritora. Mas, eu amo tentar coisas novas e EU AMO as escritas de  Tozer, então, depois de orar e pensar muito, eu aceitei. Quer dizer, por quê não? Outra razão de ter aceitado é que sempre fui obcecada por leitura  a fim de ser uma editora. Você tem que ler MUITO. Então, isso soou como um trabalho que seria bem divertido e comprometedor. Acontece que, foi incrível.

O livro se chama Inspired By Tozer que é sobre 59 diferentes autores, líderes, pastores, músicos  e atletas que pegaram suas citações favoritas de Tozer e escreveram sobre como isso foi impactado ou acrescentado em suas vidas. No começo eu pensei que seria muito legal ver quem seria parte disso e o que eles escreveriam. Eu sabia que isso seria bom. Mas, deixe-me dizer a você que esse livro tem excedido toda expectativa que eu tive sobre ele. Nós tivemos muitas pessoas maravilhosas para escrever, suas histórias são simplesmente incríveis e comoventes. Eu amo o fato de que as pessoas que não fazem idéia de quem seja A.W Tozer irão pegar o livro por que viram que Kurt Warner, Shane Claiborne ou Bill Johnson escreveram nele e eles vão ser apresentados para um novo mundo de escritores. Oh Yeah,  eu totalmente citei nomes bem aqui. Mas, eu tenho permissão para me orgulhar, por que eu não o escrevi! Eu apenas editei. Oh e claro que eu fiz minhas irmãs escreverem para ele também.

Eu não acredito que esse dia finalmente chegou!! Primeiro de Novembro, a data do lançamento que eu estive trabalhando por um ano e meio. E finalmente está aqui. Eu realmente estou muito orgulhosa dos homens e mulheres que escreveram, pois são homens e mulheres que eu pessoalmente  admiro. Confio em seus conhecimentos e no caminho com Deus por causa da forma de como eles me inspiraram. Foi uma honra ter essas pessoas como escritoras no meu livro e agora estou muito empolgada para dividir isso com VOCÊ! Então, se você tiver um espírito grandioso, que consiga ler, você pode encontrá-lo nas principais livrarias: Amazon, Barnes , Nobe e livrarias cristãs. Todas elas têm o livro! Espero que você ame o livro e seja inspirado como quando eu o li. Eu li o livro, mais ou menos umas 100 vezes… Literalmente. Mas a coisa mais louca foi que eu amei todas a vezes que li.

Lauren.

sábado, 22 de outubro de 2011

Livro da Lauren contém colaboradores especiais

Como muitos já sabem, o livro em que a Lauren é editora geral (Inspired by Tozer) será lançado em novembro.
No site Amazon onde o livro estará à venda, está disponibilizando uma pré visualização de alguns trechos do livro e então traduzimos uma parte que a Lauren escreveu: 

Em meus 26 anos nesta terra, nunca imaginei que estaria escrevendo uma introdução para um livro. Certamente nunca imaginei que eu seria a editora de um. Eu era aquela criança atrevida nas aulas em casa que tentava convencer a sua mãe que ela não tinha que ter aula de inglês por que “bateristas não precisam formular frases.” Bem, eu tenho uma mãe muito forte,  de modo que isso faz com que eu não passe por cima dela. (Mas não diga minha mãe que disse isso).
Eu posso sempre não ter gostando mais do lado “técnico” da gramática, mas uma coisa que tem sido minha obsessão: desde quando eu era jovem era meu amor pela leitura.  Eu amava ler todos os tipos de livros, mas sempre foi difícil para mim estudar intensamente os mais espirituais  por que era muito difícil de se focar. Pelo menos, esse foi o caso até que um dia, mais ou menos 5 anos atrás, quando uma amiga minha me disse que eu precisava ler o livro À Procura de Deus de A. W. Tozer. Eu decidi pegar uma cópia. Depois de tudo, era um livro bem fino então pareceu menos doloroso. Pouco eu sabia como aquele livro mudaria a minha vida espiritual. [...]
[...]É isso o que eu amo muito sobre o Corpo de Cristo. Enquanto estávamos crescendo, nossos pais ensinaram, a mim e aos meus irmãos, quase todos os aspectos do Cristianismo- dos mais conservadores aos mais extremos, maneiras radicais de viver nossa fé. Eu aprendi tudo isso. Eu tenho ouvido a Deus falar para diferentes tipos de pessoas e vejo Ele movendo em muitos caminhos.  Você não pode por Deus em uma caixa ou dizer que Ele só está presente “nesse ou naquele tipo de Igreja”. Ele se move e fala através de todo o Seu povo-toda a Igreja. Enquanto você estiver lendo esse livro,  se você concorda ou não com a linha teológica de um escritor particular, eu te encorajo a ouvir as histórias, se aprofunde nelas e leia com um coração aberto. Meu desejo fervoroso é que assim você faça, você vai experimentar o Deus de Tozer  falar com muita paixão e amor. Verá muito do próprio Tozer e dos homens e mulheres que ofereceram reflexões aqui e dedicaram suas vidas ao chamado de Deus, e é uma honra ter suas histórias nesse livro. Eu espero e acredito que Tozer ficaria orgulhoso.[...]

O livro contém vários colaboradores especiais, podemos destacar alguns deles:

Cap 9- Hungering for God (Com Fome de Deus) - Rebecca Barlow
Cap 10-Saying Yes to the Unknown (Dizendo sim para o desconhecido) – Lauren Barlow
Cap 17-Free to Soar (Livre Para Voar Bem Alto) - Britt Nicole
Cap 18- Worship: It’s not about us(Adoração: Não tem a ver conosco) - Natalie Grant
Cap 19- A Beautiful Surprise (Uma linda Surpresa) - Darlene Zschech
Cap 38- What Leads to Life (O que conduz à vida) -Vince e MaryAnn Barlow
Cap 39-Contagious Christians (Cristãos que contagiam) - Ben Kasica (ex Skillet)
Cap 48- Prioritizing Prayer (Priorizando a Oração)- Adam Agee (Stellar Kart)
Cap 51- Tending the Eternal Flame (Tomando Conta da Chama Eterna) - Alyssa Barlow
Cap 54- The Gift of Being Unnecessary (O Presente de se Tornar Desnecessário) - David Carr (Third Day)
Cap 60- The Perfect Love Story (A Perfeita História de Amor) - Lauren Barlow

Todo material escrito pelos colaboradores tiveram que passar pela Lauren, para então ser parte do livro. Ela editou e fez as alterações finais. Ainda não temos informações certas se o livro virá para o Brasil, mas assim que tivermos essa informação, publicaremos.



segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Pequena entrevista com as Barlow

Olá pessoal!
Achamos interessante essa pequena entrevista um pouco antiga de 5 perguntas que foram feitas para as Barlow.
Ai está a tradução para vocês!


Vindo de “Do not Conform Tour” com Downhere e Matthew West, Alyssa, Rebecca e Lauren Barlow estão indo ao estúdio para começar a trabalhar num novo projeto. Entretanto, os singles das irmãs. “Grey” e “Enough”, do seu segundo álbum de sucesso, Another Journal Entry, estão aquecendo as rádios de todo o país. No intervalo de sua agenda lotada, as garotas responderam algumas de nossas perguntas...

1       1. Quais as cinco palavras que melhor descrevem você?
Lauren: Divertida, carinhosa, leal, apaixonada e “o bebê”.

2. Qual foi o momento mais embaraçoso para você? 
Alyssa: Nós estavamos autografando após o show, e uma criança veio até a mesa e começou a conversar com a Lauren sobre o quanto era incrivel os dois serem bateristas. Bem. Eu decidi entrar na conversa, e disse “sim! Garotas bateristas arrasam!” e nisso a criança disse, “sim...eu acho.” Eu estava me perguntando por que o pai da criança ficou me encarando e Lauren quase estava me batendo. Quando eles foram embora, Lauren se inclinou e me informou que a “garota baterista” era de fato um garoto... Eu queria morrer!

3. Qual música vocês gostariam de ter escrito?
“Eleanor Rigby” [Beatles]

4. Qual questão vocês nunca perguntaram? (e resposta)
Bem, nunca perguntamos isso. Então achamos...que a resposta é a pergunta...

5. Qual o melhor conselho espiritual que você tem dado?
Rebecca: Deus se interessa mais em captar meu coração do que com minha capacidade de servi-lo com os meus dons. Deus deseja o meu amor [mais do que] meu sacrifício.


Gostaram pessoal? Que mico a Alyssa pagou hein!
e para você que ainda não segue nosso twitter: @BarlowGirlBr

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

BarlowDay 1 - @wamv


Olá pessoal!
Como muitos sabem, no dia 23 de setembro de 2011 o  grupo brasileiro We Are Million Voices (Sigam no twitter @wamv) realizou seu primeiro BarlowDay com o intuito de fazer o bem e seguir aquilo que aprendeu através da banda norte-americana BarlowGirl, e pregaram a palavra de Deus em todo o Brasil. Vejam como foi!


Apoio:
BarlowGirl Brasil - @BarlowGirlBr

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

BarlowGirl Brasil Oficial está de volta e cheio de novidades!

Pessoal! Todos já estão sabendo que recentemente o nosso blog foi oficializado como o suporte oficial da Banda BarlowGirl no Brasil e também todos sabem que por este motivo o nosso blog passou algumas semanas por uma manuntenção (ok.. ainda tem alguns detalhes para arrumar) mas, esperamos que vocês tenham aprovado! Por que finalmente acabou e estamos de volta com muitas novidades, e além disso tivemos a grata surpresa de nos tornar um dos moderadores do WAMV e também do forúm BGFire.

O WAMV esteve parado por um tempo, mas agora voltou com corda total, por isso, fiquem atentos no nosso blog e cadastre-se no BGFire!

Você pode ser tonar um WAMV efetuando seu cadastro aqui mesmo no blog (mas leiam antes como participar, todas informações necessárias já estão aqui no blog) e para ficar por dentro do grupo basta efetuar seu cadastro no BGFire também.

Enfim pessoal!
Além disso, traduzimos o que as Barlow postaram ontem (20) no site First Giving 
É uma campanha que elas abriram para arrecadar dinheiro para crianças que vivem na África.
Leiam o texto para entender melhor:


Página de Arrecadação BarlowGirl

Nós fomos criados para acreditar que não importam quais os problemas que surjam neste mundo, teremos sempre a oportunidade de contribuir para a solução. Não importa se temos muito ou pouco, há sempre uma maneira de dar, quer seja com alimentação, finanças ou oração.

Esta causa é simples. Aproximadamente 12,4 milhões de pessoas em toda a África estão sofrendo de uma grave emergência alimentar causada pela pior seca em 60 anos. Dezenas de milhares já morreram, pelo menos, metade delas são crianças com menos de cinco anos de idade. Sabemos que podemos fazer algo para acabar com esta crise.

Nós amamos o trabalho "Samaritans Purse" e o coração que eles tem para atender às necessidades físicas durante crises como esta. Já somos parceiras da operação "Christmas Child" para compartilhar o amor através de presentes em caixa de sapatos. Agora, queremos que você se junte a nós para continuar a apoiar o trabalho 'Samaritans Purse', assim como eles estão respondendo em amor à necessidade de alimentos na África.

Não é por isso que todos nós existimos afinal?! Vamos começar por simplismente dando um dólar e ver o quanto isso pode fazer! Quem está conosco?

Doando através deste website é simples, rápido e totalmente seguro. Também é a maneira mais eficiente para apoiar os nossos esforços de arrecadação de fundos. Muito obrigada pelo seu apoio - e não esqueça de repassar isso para quem você acha que pode querer doar também!

Você pode ler mais sobre o Samaritans Purse no www.samaritanspurse.org


Nós brasileiros podemos doar também! Basta ter um cartão de crédito e não de débito. Vamos agilizar a galera e fazer a diferença!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

BarlowGirl Brasil agora é Oficial


Pois é amigos, agora o blog BarlowGirl Brasil é oficial! Há algum tempo nós da equipe temos tentando entrar em contato com elas e finalmente conseguimos! Viramos o blog oficial das Barlow no Brasil!! Agora seremos BarlowGirl Brasil Oficial, com total apoio da banda! E devido a isso o blog irá passar por algumas transições e entrará em manuntenção, então, esperamos a compreesão e paciência de vocês.

Portanto, pedimos gentilmente para os que tem BarlowGirl Brasil, BR ou Oficial em suas redes sociais que tirem para não ter confusão.



quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Resenha do Video Chat ao vivo.


Olá galera!
Resolvemos fazer uma resenha do video chat das Barlow que aconteceu no sábado passado. Apenas para quem perdeu, sentir o gostinho e para quem assistiu relembrar alguns momentos legais!




O chat foi marcado para começar às 19hs (horário do Brasil) e elas foram super pontuais, momentos antes de começar o video chat alguma delas estavam falando com o pessoal que estava on na barra de conversa do chat, dizendo que o video chat ia começar logo e quem tivesse perguntas era para mandar! 

Quando o video chat começou, elas perguntaram se o pessoal queria que elas começassem respondendo as perguntas ou se queriam que elas cantassem, todos pediram para que elas cantassem, e elas cantaram Beautiful Ending, fazendo algumas piadinhas durante a música.  Logo falaram sobre os fãs brasileiros, “vocês são demais” diz Alyssa e Lauren. Alyssa disse que ficou triste por não ter ido ao Brasil dessa vez, e pediu desculpas. 


Elas responderam várias perguntas, e aqui estão algumas que lembramos: 

O que acham de bebidas? Alyssa: Gostamos muito de bebidas, e bebemos muita água, adoramos beber água. Bebemos o tempo todo.

O que acha dos fãs brasileiros? Lauren: os fãs brasileiros são incríveis.

Perguntaram:

Cadê a Penny Lane?  Lauren respondeu que deveria estar dormindo em algum canto da casa,pois ela dorme o tempo todo.

Cadê a Beka Hardt? Elas falaram que a Beka estava na casa dela assistindo o chat (e fazendo perguntas também, eu tava rachando com a beka hardt haha) 

Se elas nunca iriam se casar. Lauren respondeu que Deus está no controle e que isso está nas mãos dele. Mas que elas querem sim, casar um dia.

Quando elas iriam para a Inglaterra. Lauren: ok, nós adoraríamos ir em todos os lugares, é só nos convidar.

O que achavam do grupo we are million voices. Alyssa : grupo brasileiro we are million voices, nós amamos vocês. 

E pediram para elas arriscarem e falarem em português  “Amamos o Brasil”
Lauren: Isso é muito difícil. Alyssa: 'Amamus' Brasil, é isso? Falei certo? – depois começaram a falar que era espanhol e até mesmo chinês, menos português. 



Foi pedido para Lauren fazer o W com a língua, ela disse que não iríamos querer ver, e que isso era uma dádiva de todos os Barlow.

Foi pedido para Lauren mostrar a careca que ela diz que tem, ela disse que é uma coisa realmente estranha que ela possui, e logo ela mostrou, bem rápido mas mostrou. 



Então... Resumindo tudo, elas cantaram 3 músicas, Beautiful Ending, Hope Will Lead Us On (nova música delas) e finalizaram com Million Voices, e para a tristeza de todos despediram-se e falaram que amavam o Brasil e pediram desculpas mais uma vez.



O video chat foi das 19h às 19:38.

Equipe BGBR gostaria de agradecer a @msoares_ que nos sedeu os print do video chat. Obrigada Mari. :D

E também assim que sair o video do chat, postaremos aqui p/ vcs juntamente com a tradução, então, fiquem ligados! E não esqueçam de comentar do nosso post no @BarlowGirlBr , nos deixe saber o que vocês acharam! A opnião de  vocês é muito importante para nós!

Por enquanto conseguimos esses dois pequenos videos que uma fã gravou durante o chat.
Não é muita coisa, mas da para sentir como foi e relembrar um pouco também para quem assistiu o chat.



 



Agradecimentos especias também para Elyssa Carmony que gravou e nos sedeu o video! Thank you Elyssa!

domingo, 14 de agosto de 2011

Rebecca responde os fãs em seu twitter.

Olá pessoal! Quem acompanhou o Video chat da banda ontem, pode presenciar a Becca respondendo alguns fãs em seu twitter ontem logo após o chat, pois ai está as perguntas e respostas traduzidas para vocês! Aproveitem!!!



Obrigada a todos que se juntaram a nós para o nosso chat ao vivo! Vou tentar responder às suas perguntas em breve! Eu tenho mais de 70 por isso pode me levar algum tempo para responder. 

Como foi a sua viagem para a Itália?
R: Fantástica, precisava muito de umas férias!


Quem é o seu artista favorito?
R: Artista favorito? @brianjohnsonM, @JennJohnson20 e @jesusculture


Qual denominação do cristianismo vocês são?
R: Nos não temos exatamente uma denominação. Nós apenas amamos Deus, Jesus e o Espírito Santo.


Qual o primeiro verso da bíblia que vem na sua cabeça?
R: Nesse momento? Isaias 54:2


Qual foi a sua comida favorita no Brazil?
R: A carne era deliciosa


Você ama Joyce Meyer?
R: Ela mudou minha vida.

Estou indo apra faculdade no sábado. Você tinha medo de ir? Por quantos anos você foi?
R: Eu ficava apavorada! Fui durante dois anos a tempo parcial, pois eu tinha que me planejar. Mas Deus tomou posse da minha vida.

O que você pensa sobre tatuagens?
R: A maioria dos meus amigos tem, mas eu simplismente não conseguiria fazer uma, são permanentes demais para mim.

Que conselho você daria a alguém que não tem sido capaz de falar em voz alta o seu testemunho? Nem mesmo a sua família. E sua família não sabe nada sobre contra o que tem lutado...
R: Fale, e ore sobre isso, Deus lhe dirá o que fazer, não tenha medo de lhe perguntar qualquer coisa sobre tudo. Ele ama se relacionar conosco.

Além de vocês, quem eram aquelas pessoas no video de Beautiful Ending?
R: Eles são atores, amigos do diretor.

Você já ajudou no plantio e na colheita em sua fazenda? E vocês tem outros animais além de galinhas?
R: haha! Claro, eu sou uma menina da fazenda, e nós viajamos muito para ter muito além que galinhas, um coelho, um gato e um cachorro. 

Qual a melhor parte de estar numa banda com duas irmãs?
R: Estar com minhas irmãs os 7 dias da semana 24h.

Qual o tipo de violão você usa nos shows?
R: Aqueles que eu toquei durante o chat ao vivo são os que eu uso em nossos shows acústico. (Ela não disse, mas BGBR diz, são esses: Fabricante Composite Acoustic Guitars, conhecida também como “CA”, modelo GX)

Qual instrumento você teve mais dificuldade em aprender?
R: Piano, eu sou horrível na leitura da partitura. Mas adoro tocar de ouvido.

Se você for confundida com uma de suas irmãs, o que você faz? Corrige ou segue a conversa adiante?
R: 99% do tempo eu não falo nada, ao menos que me perguntem.

Lutei contra o transtorno alimentar e eu queria saber quanto tempo demorou para você se recuperar. Será que os pensamentos nunca se vão?
R: Isso é com você. Você está pronta para fazer o que for preciso para ser livre? Deus tem um plano maravilhoso para você.
Você esta pronta para ir além?

O que você acha da música ‘BarlowGirl’ do Superchick? Para mim é a melhor música do Superchik.
R: Nós amamos, é uma honra. E eles são fantásticos, nós os amamos muito.

Hey Becca, Qual é a espessura das cordas que você usa em suas guitarras e violão?
R: Eu uso 11 nas guitarras e light (leve) no meu violão.

Você tem um versículo favorito quando está passando por alguma provação?
R: Na verdade não. Eu oro e peço a Deus o versículo para o que estou vivendo e ele dá um perfeito, exatamente para a situação.

Qual é a sua cor favorita?
R: Eu gosto de roxo e azul marinho.


Obrigada a todos pelas perguntas, eu tenho que parar agora. Se eu não respondi a sua, me desculpe, você pode mandar "?" novamente, eu vou tentar responder em breve.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Nascemos para Fazer História! - Lauren

No começo dessa semana, Lauren nos surpreendeu com um belo post em seu tumblr, onde ela fala sobre sacrifício e o que ela sacrificou para Deus.

Nascemos para fazer história. 

(Se você está voltando pela paixão desse blog, eu acabei de assitir Amazing Grace sobre William Wilberforce e ouvi uma incrível lição por Banning Liebscher sobre sacrifício bem antes de eu escrever isso. Então, considere-se avisado.)

Quando eu e minhas irmãs estavamos crescendo, realmente não fizemos todas as coisas que as outras crianças “normais” faziam. Por que eramos a família saudável, então, invés de chocolate era alfarroba, e o pão que costumavamos comer era substituido por pão integral. Colocavamos suco de maçã em nossos cereais e comiamos o melhor queijo. A lista de substituições vai muito além...Vou poupar vocês. Nós não eramos permitidas assistir os mesmos filmes que todos os nossos amigos assistiam. Eramos conhecidas por ser a criança solitária da festa do pijama, sentadas sozinhas na cozinha, por que o filme que todas as outras crianças estavam assistindo não era exatamente apropriado. Enquanto todas as nossas amigas vestiam bikinis, nós vestiamos maiôs. E então, aí estava a minha regra favorita. Não era permitido revistas de moda ou revistas adolescentes na casa. Com todas aquelas “regras” eu realmente não gostava dessa. Todos os meus amigos estavam fazendo todas aquelas coisas, e eles estavam bem! Então, por que diabos eu não poderia fazer aquelas coisas?! Meu favorito foi quando, eu tão maravilhosamente, tentei desviar revistas adolescentes que eu tinha pego emprestado com meus amigos em casa, claro que minha mãe de alguma forma encontraria e você sabe com o que ela substituiria aquelas revistas? Livros sobre Martinho Lutero, William Wilberforce, Madre Teresa e os maravilhosos livros dos Mártires. E os filmes que poderiam ser substituídos eram filmes sobre Joana d’arc e Martinho Lutero. E ela dizia que queria que, a gente lesse sobre pessoas que realmente mudaram o mundo e fizeram história, por que, era para isso que éramos chamadas para fazer.  O que eu não percebi então, e o que eu percebo agora, é que minha mãe estava tentando mudar a nossa maneira de pensar. Ela não fez todas essas coisas para arruinar nossa infância. E ela nos dizia praticamente todos os dias, que todos no mundo foi chamado para a grandeza e para impactar o mundo de alguma forma ou de outra, e ela nos criou com isso em mente. Obviamente, a maneira em que ela nos criou, meio que presas, eu sou mais fanática por saúde agora do que quando eu era mais jovem, eu ainda não visto um bikini, eu não assisto filmes inadequados e eu escolheria um livro sobre algum revolucionário qualquer invés de uma revista de moda. Lendo esses livros me fez querer ser um desses grandes homens e mulheres cuja as histórias preencheu as páginas. Eles eram grandes homens e mulheres que sacrificaram tudo para fazer a diferença nesse mundo. O sacrifício da própria vida, e desejos estava no âmbito em comparação com o impacto que eles fizeram nesse mundo. Eles tiveram um chamado. Eles sabiam para que eles foram feito. E eles não deixaram que nada o parassem de fazer tudo o que eles sabiam que eram suposto a fazer. E isso me faz pensar nessa geração. MINHA geração. Como muitos de nós estariamos dispostos a sacrificar cada coisa em nossa vida para o nosso chamado? Quantos de nós seria como William Wilberforce e lutaria por 50 anos incassavelmente? E enquanto ele ainda estava lutando aquela batalha haviam tantas outras coisas pela quais ele se levantou e lutou. Não apenas uma coisa. Agora todos nos ficamos agitados quando realmente ouvirmos o clamor e dizermos, “claro que eu faria isso! Eu sempre quis mudar o mundo!!” Mas você viu que essa pequena palavra de algumas frases voltaram? A palavra que nos exige a viver se você quiser impactar esse mundo? Sacrifício. Não é a palavra mais popular do mundo. Nós gostamos de estar confortáveis. Também gostamos de pensar que podemos fazer qualquer coisa que quisermos e vamos  dar a volta fazendo algo grande nesse mundo mais tarde. Francamente, eu não estou bem com isso. Eu não estou bem com o disperdicío de tempo. Eu não estou bem com não cumprir destinos e chamados. O mundo precisa de você! Ele precisa do que você tem a oferecer. Eu não estou falando sobre fama. E se você tiver a cura para o câncer? E se o seu chamado for entrar para a politica e mudar as leis? E se você for sujeito a acabar com a fome desse mundo? Qual é o seu chamado!?! E o que você precisa fazer para chegar la? Você está disposto a fazer o que for preciso? Cheguei a um acordo disso no começo da minha vida. Minha vida foi um sacrifício. Tudo foi colocado diante de Deus e ele teve que escolher o que estava bem e o que não estava. Você acha que eu realmente queria desistir de namorar? Eu acho que não, eu queria namorar e namorar com frequência. Mas, Deus me mostrou que o que ele tinha para mim não era legal. Mal sabia eu que anos mais tarde minhas irmãs e eu seriamos as porta-vozes para a pureza. Mas se eu não estivesse disposta a fazer esse sacrifício quando eu era jovem, antes de eu saber por que eu tive que permanecer pura, eu não seria capaz de mostrar as pessoas que é possivel nunca ter namorado e ser segura para mostrar para as pessoas que você não precisa de um namorado ou namorada para te definir. Uma vida de pureza é parte do meu chamado, mas foi necessário um poderoso sacrifício e várias noites de sexta-feira sozinha me perguntando se algum garoto nesse mundo me acha bonita. Mas, valeu a pena cada segundo!! Por que o sacrifício não foi nada comparado ao que agora eu tenho,  um coração que não foi partido. Então, minha pergunta para você é: O que Deus está pedindo para você sacrifícar? O que você precisa sacrificar agora para cumprir seu chamado para o futuro? Como você foi chamada para mudar o mundo? E o que você precisa para sair da sua vida para que assim você possa conseguir isso? São filmes? Música? Escolha de roupas? A linguagem que você escolherá para usar? Talvez você precise sacrificar o tempo que você se mantém ocupado para que você possa passar mais tempo com Deus. O que é isso? Seja lá o que é certo, não há nada mais importante do que impactar esse mundo! E apenas para você saber, Deus AMA o seu sacrifício! Eu não acho que exista algo nesse mundo que faça ele mais feliz do que quando escolhemos ele ao invés de algo que nós queremos. Isso é amor verdadeiro. Para colocar sua vida em seus pés e com isso, deixa-lo fazer o que ele quer. Não se assuste com isso, quando eu e minhas irmãs fizemos isso, ele nos chamou para estar em uma banda de rock. Pegamos tudo o que sempre quisermos na vida e colocamos diante de seus pés sem saber o que ele nos daria em troca, e ele nos deu algo incrível. Ele nos deu um dom. Ele falou o proprósito de nossa alma. Ele está ansioso para dizer o seu destino. Ele está ansioso para dizer a você por que ele te criou em primeiro lugar. Ele quer dizer a você o que ele estava pensando quando estava criando você. Ele quer você. TUDO de você. Mas saiba disso, como eu disse antes, o sacrifício é literalmente nada comparado a tudo que você ganha quando esta seguindo-o. Confie em mim, Eu vivi 26 anos desistindo de todas a coisas que eu “pensei” que eu sempre quis e ele me deu de volta muito mais do que eu jamais poderia ter sonhado que eu queria ou teria. Ele é fiél. Então, apenas pergunte a ele. Eu sei que ele não irá te desapontar. Por que ele nunca desaponta.

Fonte: Site BarlowGirl
Tradução: Equipe BarlowGirl Brasil

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Lauren responde perguntas no twitter.


Olá Amigos! O BG Brasil está de volta e já trazendo para vocês algumas perguntas que a Lauren respondeu em seu twitter alguns dias atrás. Nos perdoem pelo atraso da postagem.


“Eu não tenho respondido perguntas por um tempo, Se você tem perguntas, eu tenho respostas...Vá adiante. Pergunte. Eu te encorajo.”

1- O que você está ouvindo agora?  
R: Florence e The Machine.

2- Como você soube que Deus te chamou para fazer o que você faz? 
R: Muita oração, buscando a face dele não importa como.

3-  Quantos irmãos você tem no total? 
R: Três, duas irmãs e um irmão.

4- Versículos favoritos que lê durante momentos difíceis... Como quando você está depressiva? 
R: Qualquer um de salmos. Me envolve o tempo todo.

5- O que sentiu quando soube que sua musica ‘Surrender’ ajudou @ddlovato em seu tratamento? 
R: Muito, muito legal.


6- O que fez você se tornar vegetariana? 
R: Eu adoro animais e não concordo com a maneira em que os animais são abusados e mortos para o consumo do ser humano.

7-  Qual é a coisa mais proeminente que Deus tem colocado no seu coração ultimamente? 
R: Acima de tudo, eu posso confiar nele, e que ele esta no controle do meu futuro. 

8- Qual a sua cor favorita? 
R: Dourado.

9- Qual a música de vocês (BarlowGirl) que você mais gosta? 
R: Eu Amo ‘Come Alive’. 

10-  Vocês tem planos para um novo album ou novas turnês? 
R: Planos para album, sim! Turnê, não agora. 

11-  Qual a sua banda/cantor/grupo favorito no meio cristão? 
R: Switchfoot.

12- Quantos dias do ano você tem gastado na estrada? Melhor e pior parte disso? 
R: Mais ou menos 150. Pior: Eu esqueço de uma simplicidade de uma vida normal em casa. Melhor: Eu viajo ao mundo e conheço milhares de pessoas.

13- Já assistiu Glee? 
R: Eu assisti alguns episódios em um avião esses dias atrás! Contudo, eu adorei a música! 

14-  O que acha do Brasil? 
R: Eu acho fantástico. 

15- Você fala em línguas? 
R: Absolutamente.

16- O que você faz enquanto esta esperando o mover de Deus, ou quando está para dar o próximo passo? Odeio ficar de braços cruzados. 
R: Sempre depende da situação. Mas se estou sem respostas, sempre oro pera ser liderada pela paz.

17- Superman ou Batman? 
R: Ohhhh, é um empate! Ambos são incríveis. 

18-  Qual a sua banda favorita? 
R: Coldplay.
   
19- Qual a sua cidade favorita que já visitou? 
R: Florence, Itália.

20- Onde é o lugar mais longe que você já tocou? 
R: Austrália.

21- Qual é a parte  mais complicada de escrever músicas tão pessoais? 
R: É colocar como você se sente em forma de letra. E fazer isso de uma forma completamente certa de como se sente.

22- Como é ser a irmã mais nova? É legal? 
R: Oh! xD é a melhor parte! 

23- Qual é a parte favorita de gastar todos os seus dias com suas irmãs fazendo o que vocês amam fazer juntas? 
R: Somente estando com elas. Elas são as minhas melhores amigas deste mundo. Eu sou tão sortuda em ter experiência de vida com elas. 

24-  Você já pensou em parar de tocar bateria? 
R: Somente quando minhas mãos sangrar por tocar muito. É muito divertido. Nunca vou parar de tocar.

25- Qual o seu perfume favorito?
R: Vanilla. O melhor. Cheiroso sempre.

26 – Último filme que viu no cinema? 
R: Ooh...Talvez Thor ?

27-  Se pudesse ter participado de algum filme, qual seria? 
R: Qualquer um do Indiana Jones ou Guerra nas Estrelas.

28 – Qual a melhor coisa em tocar bateria? 
R: Tocar bateria é tão apaixonante! Você pode colocar tudo o que é nisso. É incrível. 

29- Se você pudesse colaborar com alguma banda/artista/músico, Qual você escolheria? E por quê? 
R: Coldplay e U2. Por que eles são incríveis. Eu os respeito e amo as suas músicas. 

30- Por quê sua familia te chama de Odie? 
R: Lyssa começou com isso... Meu irmão inventou de me chamar de Lodie. Então Lyssa diminuiu isso para Odie.

31- O que você gostaria de estar fazendo se não estivesse em uma banda? 
R: Eu estaria jogando na seleção de futebol dos Estados Unidos.

32- Qual a idade que você gostaria de se casar?
R: Bem... Eu costumava a querer com 18... Parece que não funcionou muito bem.

33- Qual música gravada por você e suas irmãs é a sua preferida? 
R: O album de Natal como um todo! Foi muito divertido gravar.

34- O que você diria a alguém de 22 anos que é constantemente ofendido pela família por não namorar? 
R: Não importa o que as pessoas dizem, siga o seu coração. Tenha princípios, é muito melhor.

35- Qual o seu tipo de sorvete favorito? 
R: Butterfinger (BGBr Explica: Parecido com framboesa).

36- Qual comida você mais gostou no Brasil? 
R: O café! É comida né?

37- Se você pudesse ser alguém por alguma razão, quem você seria? Vivo ou morto? 
R: Morto: Princesa Diana ou Madre Tereza. Vivo? Não faço idéia.

38- Qual o melhor presente que você já recebeu de um fã?
R: Chiclete! É sempre o meu favorito.

39- É dificil manter uma relação com Deus?
R: Não. Ele é tudo para mim, eu não posso viver nem um minuto sem ele.

40- Como você tem mantido uma perspectiva de vida, sendo uma mulher solteira? 
R: Sempre sabendo que Deus me define , e ele está no controle do meu futuro. (Que inclui um marido).


Oh Meu Deus! Foi um monte de perguntas, foi divertido, mas meus olhos estão começando a embaçar. Vamos fazer isso novamente colegas!